Dudu diz que Felipão ‘ressuscitou’ jogadores e afirma: “Sou um dos grandes”

 

Dudu será eleito o craque da competição na maioria dos prêmios organizados após o Campeonato Brasileiro. Em entrevista ao UOL Esporte, o camisa 7 do Palmeiras comemorou o fato de “ser um dos grandes do país” e rasgou elogios para Luiz Felipe Scolari, técnico da equipe.

O atacante alviverde afirmou que o treinador é responsável por “ressuscitar” boa parte dos jogador, mas que as qualidades do gaúcho vão além de um motivador.

“Acho que é algo que as pessoas falam. Não existe ganhar só assim (motivação). Ele é vencedor, tem 40 anos de carreira, já ganhou 40 títulos. Ele é um dos maiores do Brasil. O último campeão mundial com a seleção. A carreira fala por si. Eu só tenho orgulho de ter trabalhado com ele no Grêmio, de trabalhar agora. Todo mundo falou mal dele, meteu o pau em 2014. Então fico feliz de ver a volta por cima, de conquistar o título e estar há tantos jogos sem perder. Ele é um dos maiores treinadores que já tive”, afirmou o jogador. 

“Ele faz a gente entender o que a gente representa no clube, o que a gente pode fazer. E ele gosta de ir conhecendo os jogadores. Ele me conhece desde o Grêmio, sempre acompanhou os jogos do Palmeiras recentemente e já sabia como eu estava. Ele ressuscitou muitos jogadores, motivou muita gente. Isso é que importa para ele e para a gente”, completou.

Dudu afirmou que ainda não sabe se jogará neste domingo (2), contra o Vitória, mas disse que está sempre à disposição do treinador. Com mais de 60 jogos no ano, o camisa 7 atuou mais do que boa parte dos times da Série A. 

Até aqui, ele é o artilheiro do Allianz Parque, maior garçom da temporada e protagonista nos últimos três títulos conquistados pelo Palmeiras desde a chegada da Crefisa, em 2015.

“Desde 2015 para cá, eu sou um dos grandes do Brasil. Meus números falam por si. Eu não me gabo disso, mas tenho orgulho de fazer isso. Quem olha meus números sabe que eu sou um dos grandes nomes do Palmeiras de 2015 para cá. Ainda não sei se vou ganhar os prêmios, mas vou ficar muito feliz”, ponderou.

Com contrato até o fim de 2022, Dudu tem sido alvo de muitas propostas do exterior, especialmente os da China. A insistência em perguntas sobre tema irrita um pouco o jogador. Não à toa, suas respostas aos questionamentos relacionados a uma possível saída do clube têm sido mais protocolares.

“Eu tenho contrato, ainda tenho objetivos e sonhos para cumprir aqui. Se chegar algo, vejo se é bom para mim e para o Palmeiras. Mas tenho contrato, penso em Libertadores e outras coisas grandes por aqui”, declarou.

Por Uol