Líder na Tríplice Coroa, Alex não duvida do rebaixamento do Cruzeiro

Alex foi um dos primeiros convidados do BTS, o Bolívia Talk Show, que hoje já conta com mais de 170 entrevistas. Na época, ele estava se aposentando no Coritiba, seu clube do coração e de formação.

Encontrei o ex-meia, muito acima da média em campo e também na ideia, para uma nova entrevista. Ele contou que está estudando para ser treinador, que não se considera o melhor jogador paranaense da história, que já mandou o Roberto Carlos sair da bola pra ele bater a falta e que já xingou o Lugano e saiu correndo, porque o uruguaio “é uma das pessoas mais legais que ele conhece e também uma das mais ignorantes (risos)”.

Ídolo do Cruzeiro, onde liderou  a campanha da Tríplice Coroa em 2003, o ex-camisa 10 não duvida do rebaixamento do clube. “Corre risco total. A cada rodada que passa, se você não somar pontos e o pessoal da sua frente somar, vai abrir. Se não reagir, vai ficar apertado no final”, disse. “Você corre em um caminho que você não conhece. Desse grupo, poucos jogadores brigaram nessa situação de não cair. Brigar lá embaixo é diferente do que brigar em cima”.

Para ele, essa história que time grande não cai é balela. “O clube é grande, a história é vasta, mas e o time atual? Se não render… Cai! Já vimos isso acontecer algumas vezes”.

Alex também falou do filme que está prestes a estrear nos cinemas das principais capitais, “Alex Câmera 10”, que conta como foi o momento de deixar o futebol turco para voltar ao clube que o revelou.

Fonte: Blog do Bolívia