Talento do Flamengo vence Botafogo da honra

Bruno Henrique de novo.

Foi a décima-quarta vez de Bruno Henrique deixando algum colega frente a frente com o gol.

Mas sua atuação não teve só isso.

De novo, foi o craque do jogo, a razão da vitória.

Aos 9 minutos do segundo tempo, Luiz Fernando errou, Bruno Henrique arrancou e o próprio Luiz Fernando agarrou-o. Como já tinha cartão amarelo, foi expulso.

A dificuldade do primeiro tempo teve marcação alvinegra e faltas também. Mas o rubro-negro incrivelmente cometeu três a mais do que o Botafogo, apesar de a violência ter ameaçado Gabriel, Gérson e William Arão.

No segundo tempo, sem tantos deslocamentos, sem tanta beleza quanto em outras partidas, o Flamengo amassou. A expulsão ajudou, mas foi o volume de jogo o que mais ajudou a construir a vitória, por martelar até o passe de Bruno Henrique para Lincoln fazer seu segundo gol no ano.

Carli falhou,

O Botafogo teve honra, mesmo sem o pagamento de salários, que só serão quitados na terça-feira, segundo promessa do cardeal Carlos Augusto Montenegro.

Mas a honra não deu o empate e a derrota levou pela primeira vez à zona de rebaixamento.

Por PVC